Palestras



Palestra Temática I (Abertura): Tripla Adaptação em Ambientes Inteligentes de Aprendizagem com Ontologias, Gamificação e Mineração de Dados: da Pesquisa à Inovação

Dr. Ig Ibert Bittencourt Santana Pinto

Resumo: A aplicação de tecnologias da informação e comunicação (TIC) na educação tem sido cada vez mais destacada e leitmotiv para o processo de ensino e de aprendizagem. Nos últimos anos, diversos países têm adaptado suas abordagens educacionais para promover e suportar a utilização de tecnologias educacionais online tanto em cursos presenciais quanto em cursos a distância. Diante do cenário de milhões de usuários e grande quantidade de dados, torna-se fundamental a utilização de tecnologias que tenham a capacidade de processar estes dados interacionais, bem como apoiar o professor no processo de personalização da aprendizagem e engajamento dos estudantes. Nesta perspectiva, a gestão inteligente da aprendizagem é uma solução de base tecnológica que tem sido apontada para a personalização universal da aprendizagem. A gestão inteligente da aprendizagem faz uso tanto da Inteligência Humana quanto da Inteligência Artificial para apoiar a tomada de decisões pedagógicas, bem como ampliar a experiência da aprendizagem individual e em grupo. Por um lado, a Mineração de Dados Educacionais equivale a uma subárea da inteligência artificial aplicada à educação que tem se destacado como promissora para o processamento de grandes bases de dados educacionais. Por outro lado, a Gamificação faz uso elementos de jogos como estética, mecânica e dinâmica para influenciar, engajar e motivar pessoas. Com isso, as tecnologias educacionais inteligentes buscam promover uma gestão personalizada da aprendizagem para qualquer pessoa, em qualquer lugar e a qualquer momento (do inglês AAAL: Anytime, Anywhere, Anybody Learning). O objetivo desta palestra é apresentar como a pesquisa em Mineração de Dados, Gamificação e Ontologias está sendo aplicada para personalizar a aprendizagem. Será apresentado também como o processo de pesquisa tem levando à inovação, impactando diretamente nas escolas brasileiras.

Mini Bio: Doutor em Ciência da Computação pela UFCG (2009) e Pós-Doutor pela Unicamp (2013), é Professor do Instituto de Computação da Universidade Federal de Alagoas e Bolsista de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora do CNPq. Foi professor Visitante da Universidade de São Paulo - USP (2015), Japan Advanced Institute of Science and Technology - JAIST (2015) e Mannhein University - Alemanha (2009). É Vice-Presidente da Comissão Especial de Informática na Educação da Sociedade Brasileira de Computação (2012-2013 e 2014-2015), Representante Consultivo da UFAL no W3C (desde 2012) e membro da SBC, ACM e W3C. Ig Bittencourt foi um dos fundadores e é Co -Diretor do Núcleo de Excelência em Tecnologias Sociais (NEES), que objetiva a formação de líderes inovadores com visão social. Fundou duas startups premiadas por seu caráter inovador, sendo uma na área de Tecnologias na Educação (MeuTutor) e outra na área de Tecnologias Semânticas (LinKn). Ig Ibert Bittencourt tem trabalhado com pesquisa, desenvolimento e inovação nas áreas de Tecnologias Educacionais, Dados Abertos Conectados e Empreendedorismo Social.



Palestra Temática II: Tails: Privacidade para todos, em todos os lugares

Camilla Gomes dos Santos

Resumo: Não ser rastreado na internet é uma necessidade para os mais diferentes perfis de pessoas, mas nem todos possuem conhecimentos técnicos sobre segurança da informação para isso. Nesta palestra vamos conhecer o Tails, um sistema operacional livre, personalizado e recheado de ferramentas que tem por objetivo preservar a segurança e anonimato do usuário em qualquer lugar, pronto para navegar.

Mini Bio: Administradora de Sistemas e DevOps na empresa 7COMm Informática com foco em projetos de Virtualização, Automação de Processos e Integração Contínua. Entusiasta de integração e automação de ambientes e ativista de segurança e privacidade na internet. Participa do Coletivo Hackerspace MariaLab, F3mHack.org e outros projetos feministas interseccionais.



Palestra Temática III: A Robótica Educacional no Mato Grosso do Sul: Reflexões e Ações

Dr. Amaury Antônio de Castro Junior

Resumo: A palestra abordará, historicamente, o desenvolvimento da Robótica Educacional, tendo como enfoque os seus impactos no processo de aprendizagem e as principais ações de incentivo ao uso efetivo dos conceitos de raciocínio lógico, programação de computadores e robótica, realizados na cidade de Ponta Porã, fronteira com o Paraguai. Serão apresentadas algumas ações e resultados já alcançados e que podem ser replicados em outras cidades e regiões do estado, do país e do mundo. A robótica pode ser utilizada como forma de auxílio na educação é um dos grandes debates abertos no Brasil. Em especial, destacam-se ações de organização local e incentivo à participação em olimpíadas científicas e em provas e competições nacionais e internacionais em áreas relacionadas. Em países de primeiro mundo, esse assunto já foi superado, pois a maioria da população já tem acesso a recursos como computador, internet e programas educativos na escola e até na própria residência. Por outro lado, a realidade brasileira aponta para o uso intenso de soluções livres, abrindo assim um campo interessante para disseminação de recursos tecnológicos a baixo custo para governos e entidades.

Mini Bio: Amaury é bolsista do Programa de Educação Tutorial - PET/SESu/MEC, atuando como Tutor do Grupo PET/Fronteira; coordenador do Programa de Extensão NERDS da Fronteira (Núcleo Educacional de Robótica e Desenvolvimento de Software), vinculado ao Câmpus de Ponta Porã da UFMS, e Secretário Regional da SBC (Sociedade Brasileira de Computação) no estado de Mato Grosso do Sul. Obteve o título de bacharel e mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e de doutor em Engenharia de Computação pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). É professor adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), lotado no Campus de Ponta Porã (CPPP), atuando como docente na graduação e junto ao Programa de Mestrado Profissional em Computação Aplicada à Agricultura e Pecuária da Faculdade de Computação (FACOM) da UFMS, na linha de Robótica e Sistemas Embarcados. Tem experiência em gestão acadêmica no ensino superior, adquirida através da atuação na coordenação de diversos cursos de graduação e na direção do Câmpus de Ponta Porã da UFMS. Tem interesse pelos seguintes temas de pesquisa na área de Ciência da Computação: Teoria da Computação, Tecnologia Adaptativa, Inteligência Computacional, Linguagens de Programação, Tecnologias Educacionais e Robótica.



Palestra Temática IV: O que vem depois do Playstation 4?

Dr. Esteban Walter gonzalez Clua

Resumo: A indústria dos Video-games é uma das mais inovadoras indústrias de tecnologia. A cada ano muitas novidades chegam. Nesta palestra, Esteban Clua irá expor quais são os temas de pesquisa mais relevantes para o setor de video-games, tanto no meio academico, como nas empresas. Será discutido também como estas novas tecnologias poderão impactar modelos de negócios atuais.

Mini Bio: Professor da UFF e coordenador geral do UFF Medialab, bolsista de produtividade DT 2 (CNPq) e vice-diretor do Instituto de Computação - UFF, jovem cientista pela FAPERJ em 2009 e 2013. Possui graduação em Computação (USP), mestrado e doutorado em Informática (PUC-Rio). Sua área de atuação está especialmente focada na área de Video Games, Realidade Virtual, GPUs e visualização. É um dos fundadores do SBGames (Simpósio Brasileiro de Games e Entretenimento Digital), tendo sido presidente da Comissão Especial de Jogos da SBC entre 2010 e 2014. Atualmente é o representante para o Brasil do Technical Committee de Entretenimento Digital da International Federation of Information Processing (IFIP) e membro honorário do conselho diretivo da Abragames. Em 2015 foi nomeado NVIDIA Fellow (único na America Latina). Em 2007 recebeu o prêmio da ABRAGAMES como o maior contribuidor da academia para a indústria de jogos digitais no Brasil. É professor colaborador da Florida International University, pesquisador colaborador do grupo Camera Cultura, do Medialab MIT e da Universidade Católica do Peru. Atualmente é coordenador do Centro de Excelência da NVIDIA no Brasil, que funciona no IC-UFF. Esteban é o diretor da Casa da Ciência Virtual, instalado na UFF, com projetos para difusão de inovação e tecnologias para escolas mediante jogos e realidade virtual. Esteban é do conselho de inovação da Secretaria da Cultura do Estado do Rio de Janeiro, membro da comissão permanente do Rio Criativo, Membro do Fórum permanente de Inovação e Tecnologia da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro e membro do conselho da Agência de Inovação da UFF. Desde 2014 vem atuando como colaborador para o Ministério das Comunicações para o InovaApps e StartUp Brasil para o CNPq. Em 2014 recebeu o premio Prata da Casa, dado pela UFF, sendo reconhecido como o segundo melhor docente da Universidade no ano e destacando-se pela sua atuação de aproximação da universidade com a indústria regional de Tecnologia da Informação.



Palestra Temática V: Interação Humano-Computador e a sociedade: um olhar sobre o ser humano, os aspectos culturais e as tecnologias envolvidas

Dr.ª Isabela Gasparini

Resumo: A área de Interação Humano-Computador (IHC) envolve conhecer tanto dos aspectos computacionais (e.g., técnicas de projeto de sistemas, técnicas de desenvolvimento de software, domínio de várias tecnologias, etc.) quanto conhecer as pessoas e os processos sociais (e.g., entender de processos cognitivos, entender de processos sociais, entender aspectos ergonômicos, técnicas de comunicação individual e coletiva, técnicas de design de produtos, etc.). A palestra irá abordar alguns conceitos para o design e avaliação de interfaces, apresentando os princípios de design e o envolvimento das tecnologias de comunicação e informação na vida cotidiana. Também serão tratados os aspectos culturais e sua relação com a área de IHC.

Mini Bio: Profa. Isabela é professora na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) desde 2004, ligada ao Departamento de Ciência da Computação em Joinville - SC . Atualmente atua em dois programas de pós-graduação, o PPGCA (Programa de Pós-graduação em Computação Aplicada) e o PPGECMT (Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias), e nos cursos de graduação Bacharelado em Ciência da Computação e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Possui graduação em Bacharelado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Londrina (1999), mestrado (2003) e doutorado (2013) em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, fazendo parte de seu doutorado (sanduíche) na TELECOM SudParis (França) . Atua em Interação Humano Computador (IHC), principalmente nos seguintes temas: adaptabilidade e personalização, modelagem do usuário, tecnologia educacional, contexto e aspectos culturais, learning analytics, gamificação, avaliação de usabilidade e acessibilidade. Foi representante da região sul junto a Comissão Especial de Interação Humano-Computador (CEIHC) da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) de 2013 a 2014.